Axis recebe liberao para venda de cmeras trmicas - NetSeg

Axis recebe liberação para venda de câmeras térmicas

Câmeras | 2020-07-29

Os mais de 3 mil parceiros da empresa no Brasil ficam dispensados do Certificado de Registro para a compra dos modelos liberados.

A Axis Communications, criadora da primeira câmera IP térmica do mundo, anuncia que obteve liberação para comercializar alguns de seus modelos de câmeras térmicas e termográficas no Brasil. A medida reduz a burocracia e facilita a utilização dos produtos.

Obtido em Julho, o documento viabiliza a inclusão de determinados modelos de câmeras térmicas da Axis em projetos de videomonitoramento. Com isso, os mais de 3 mil integradores que participam do Programa de Canais da empresa no Brasil ficam livres da necessidade de obter o certificado para os modelos selecionados.

Para os demais modelos, segue sendo necessário o processo de Certificação das empresas e as devidas licenças de importação, e assim como ocorre em vários países, continua sendo exigida uma declaração do cliente quanto à finalidade da utilização.

A autorização para comercializar os modelos deve acelerar a adoção das tecnologias térmica e termográfica no Brasil. Ao contrário de câmeras visuais, que geram imagens a partir da luz, as câmeras térmicas geram imagens pela irradiação do calor de diferentes objetos, pessoas ou veículos, e independe das condições de luz ou clima.

As câmeras térmicas são muito utilizadas na proteção perimetral de condomínios, indústrias e escolas, e também em áreas sensíveis que exijam uma segurança 24/7, em qualquer condição climática. Já as termográficas indicam a temperatura de determinada área na imagem, podendo acionar alertas caso haja uma variação muito alta da temperatura (por exemplo, em subestações de energia ou em plantas industriais), acionando a equipe de manutenção antes de um acidente ou algo mais grave.

Para Sergio Fukushima, gerente de Novos Negócios da Axis, a autorização, que se aplica a seis modelos de câmeras térmicas e termográficas, irá elevar a qualidade dos projetos de segurança eletrônica no Brasil. “A tecnologia de câmeras térmicas IP foi criada pela Axis há exatos 10 anos, e já possui um grau de maturidade. Isso facilita o uso de analíticos de vídeo embarcados, e também a integração com outros dispositivos, como alto-falantes e câmeras visuais”, aponta Fukushima.

No Brasil, as câmeras térmicas também podem ajudar os clientes no atendimento de normas relacionadas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Isso porque, ao gerar imagens a partir do calor e não da luz, torna-se impossível identificar ou reconhecer alguém. Essa proteção à privacidade é crítica em muitos ambientes e deve ser levada em consideração para futuros projetos.

As câmeras térmicas estarão disponíveis para comercialização através da rede de distribuidores da Axis no Brasil a partir de Agosto.